25 abril 2006

MARÇO NUNCA MAIS!


“… e o professor Salazar […] em passinhos delicados de freira, ondulando os dedos transparentes para os vasos a cuidar que as flores o aplaudiam, e quem diz o professor Salazar diz o senhor almirante a cortar fitas de inauguração invisíveis com uma tesoura enorme seguido pelo seu cortejo de Diogos Cães engalanados, e quem diz o senhor almirante diz o cardeal lânguido, empalidecido pelos jejuns e mortificações da virtude, oferecendo o anel a beijar aos apliques e às caixas do correio, e quem diz o cardeal diz o major de Pide, pardo, oblíquo e sozinho como um empregado bancário viúvo, todos reunidos […] a decidirem de milagres com pastorinhos e de campos de concentração…”

in "O Manual dos Inquisidores", António Lobo Antunes

3 comentários:

Marco Aurélio disse...

Carlos

Aqui no Brasil estudamos a Revolução dos Cravos de maneira muito superficial. Aprendemos pouco sobre este levante militar conduzido pelos oficiais intermediários que derrubou num só dia o regime político que vigorava em Portugal desde 1926. Alguns professores daqui dizem que esta revolução devolveu a liberdade ao povo português. Outros o comparam ao Golpe de 64 que aconteceu em terras brasileiras. O que acha?

Um abraço

Marco Aurélio

citadinokane disse...

Carlos,
As informações sobre a Revolução dos Cravos, foram elucidativas...
Li o comentário de Marco Aurélio acima,não posso deixar de comentar o tema revolução.
Com os anos de "chumbo" no Brasil - ditadura militar(golpe de 1964), muitos foram os intelectuais que escreviam naquela época sobre a opressão do regime militar. Dentre os muitos escritores, destaco um escritor mineiro, conterrâneo de Marco Aurélio, o nome do escritor Robert Francis Drummond, depois que começou a trabalhar como jornalista, Drummond aportuguesou seu nome e passou a chamar-se ROBERTO DRUMMOND. Mas o que interessa de verdade, é a atuação dos militares, sangrenta, e a insistência em denominar o golpe de "Revolução", o que era contestado pela esquerda. Roberto Drummond em um romance muito gostoso de ler, chamado "SANGUE DE COCA-COLA", mexe com os brios dos militares em toda trama, fica aqui uma prova do que foi dito acima:
"Estás agora possuído pela figura do Incrível Médici, o Milagreiro: olhas a lua com esse teu olhar verde-claro, sinal de que te sentes feliz, e chegas na janela. ao veres os cavalos que mudam de cor como uma fonte luminosa, tu, que tens a teu lado o Cavalo Albany, cuja verdadeira face breve se revelará, tu abençoas os cavalos e, com a tua voz de galã de radionovela, essa tua voz com que te dirigias ao Brasil nos tempos do teu Milagre Brasileiro, tu dizes:
- Ajoelhai-vos, oh vós que vindes ajudando a criar o Milagre Brasileiro. Ajoelhai-vos, porque eu sou o único representante legítimo de Deus no Brasil...
- Uuuuuuuuuuuuuuuuuhhhhhhhh - vaiam os cavalos -, uuuuuuuhhhhh!
Tu te assustas com as vaias. Mas, logo, recuperas a calma e, com o Cavalo Albany à tua direita, tu gritas, violentando a língua portuguesa, já que não tens a tiracolo um membro da Academia Brasileira de Letras para escrever teus desabafos, tuas vozes de prisão:
- Estejes presos! Estejes presos, cavalos hereges e subversivos!
- Uuuuuuuhhhhh - vaiam os cavalos, mudando de cor -, uuuuhhh!
Olhas os cavalos com teu olhar cinza, esse teu olhar cinza que tanto medo provocava nos idos de 1971, e tua voz grita, mais uma vez violentando a língua-mãe:
- Considere-vos cassados em todos os seus direitos de cavalos, daqui para a frente, peronea secolo, secolorum, sereis considerados burros de carga!
- Uuuuuuuhhhhhhh - vaiam os cavalos -, uuuuhhh!"

Roberto Drummond com uma verve audaz, era mais uma voz denunciando o regime, através de seus escritos, foi de uma importância ímpar para a cidadania emergente e o retorno dos militares aos quartéis. Uma pena que já não estar no meio de nós, uma pena.

Um abraço Carlos,

Pedro Nelito

Magui disse...

Bonita a democracia.Tem mais e que comemorar.Mas vim aqui para te exclarecer que os vagoes nos metros somente para mulheres e exigencia delas. Ali nao serao molestadas por homens que chegavam a ejacular nelas , passar as maos, bulinar e outras coisas piores.As mulheres podem andar onde quiserem mas ali homem nao entra.No Brasil a segregacao sob qualquer forma e proibida por lei.Da cadeia. Aqui procuramos preservar a honra das pessoas inclusive de estrangeiros.Desculpe nao colocar acentos mas o meu pc nao aceita esse programa.