31 dezembro 2008

2009: NOVO ANO


Nada como ter o poeta à mão. Dizem aquilo que queremos dizer mas com as palavras certas.
Beijos e abraços para todos que cá vierem e, já agora, um bom ano.


poema completo [aqui]

3 comentários:

Helena Guerreiro disse...

“2009” um dos membros de uma equação com várias incógnitas. O mínimo que te posso desejar é que nos próximos 365 dias, a extracção das suas raízes seja um desafio aprazível!

Anónimo disse...

Carlos

Quanto tempo hein!?
feliz 2009!
Obrigado pela solidariedade!
vamos escrever depois juntos sobre a reforma "ortográfica da lingua portuguesa"( se é que assim podemos chamá-la?)

abraço do outro lado do Atlântico!


Marco Aurélio

http://profcorelio.blogspot.com/

citadinokane disse...

Carlos,
Adentramos 2009, com esperanças...
Muita paz e saúde na tua vida.
Pedro